sábado, 28 de dezembro de 2013

Congregação cristã em Machava, Moçambique

Casa de oração em Machava, Moçambique

Púlpito

Irmandade

Irmandade

Irmandade

Irmãos fora da casa de oração

Antiga casa de oração de Machava

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Menino crente é destaque na televisão

Vinícius mora em um sítio, em Mairinque, no interior de São Paulo. A paixão pelo violino começou quando ele viu um amigo tocando na Congregação e ficou encantado. Com apenas 13 anos, além de encantar com sua música, ele ainda ajuda a mãe a cuidar dos oito irmãos. A família passa por dificuldades e precisa de ajuda para sobreviver. No vídeo, ele executa o "Hino 311 - Teus tesouros revelaste" e podemos ver até o hinário.

Hinários 1, 2 e 3

Hinário 1
Hinário 2
Hinário 3

Hinos CCB Tocados Requinta e Violão


Hinos CCB Tocados Sexteto Instrumental de Cordas


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Igreja é arrombada, janelas são danificadas e mesa de som furtada

CAMPO GRANDE, MS (Midiamax) - A Igreja Congregação Cristã do Brasil, que fica na rua Portugal, na Vila Carvalho, em Campo Grande, foi invadida na madrugada deste domingo (17). Segundo o boletim de ocorrência feito por homem de 39 anos, colaborador da igreja, a janela da igreja foi arrombada e o local invadido. Foi furtada uma mesa de som. Além do furto, as janelas, um órgão elétrico e materiais do fundo bíblico foram danificados. A fiação do alarme que estava instalado no local foi arrancada.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

A Congregação Cristã no Brasil segundo o brazilsite.com

A Congregação Cristã do Brasil foi a primeira Igreja Pentecostal do Brasil, fundada em 1910 por Luigi Francescon, que não era missionário e nem era sustentado por uma instituição do exterior. Francescon era um italiano emigrado para os Estados Unidos, onde pertenceu à Igreja Presbiteriana italiana de Chicago e teve contatos como a igreja batista de Durham. Motivado por uma revelação, viajou para o Brasil, indo primeiro para o Paraná, cidade de Santo Antonio da Platina, e depois para a cidade de São Paulo para divulgar a palavra de Deus. Hoje, possui cerca de 1,6 milhão de fiéis, e encontra-se em outros países, para onde se expandiu a partir do Brasil. 

A Congregação é uma Igreja mais tradicional e fechada que as neo-pentecostais, não usa a mídia, e não faz campanhas de evangelização de massa, pois crê que a conversão é para os que foram realmente chamados, e os que tiverem um apelo verdadeiro permanecerão. Existe uma uniformidade doutrinária que é mantida através de assembleias anuais, onde se reúnem os membros do corpo sacerdotal (anciãos, cooperadores e diáconos) por três dias.

A princípio, as assembleias eram realizadas apenas na cidade de São Paulo, porém o número de pessoas fez com que tivessem que ser regionalizadas. Atualmente, acontecem em cinco locais diferentes do país (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul). Mantém por tradição uma cultural oral, não tendo publicações (só o relatório anual) e não recomendando leituras específicas, somente a Bíblia.Não existe cobrança de dízimo e nenhum cargo é remunerado. O resultado das coletas realizadas mensalmente é dirigido para construção de templos, obras de caridades e viagens missionárias. 

Entretanto, não é a direção da igreja que decide o percentual de valores a ser empregado em cada um dos itens, mas o próprio fiel que, quando dá sua oferta, indica onde quer que seja empregado.A administração material é centralizada em grandes pólos regionais e praticamente inexiste autonomia das congregações locais. Durante os cultos, existe o costume de homens e mulheres se sentarem em lados diferentes da Igreja.

domingo, 27 de outubro de 2013

O início da Obra de Deus em Tatuí

Por volta de 1928, o irmão Augusto Rolim, da cidade de Votorantim, trouxe a mensagem da Obra de Deus a Tatuí. Os primeiros a se converterem foram os irmãos Vicente José Antonio e sua mulher, a irmã Ana Maria da Conceição, e Lourenço Rodrigues de Souza e sua mulher, a irmã Benedita de Souza. Vicente se tornaria o primeiro cooperador de Tatuí (na época chamado de encarregado) e Lourenço, seu auxiliar. Os quatro foram batizados na cidade de Sorocaba.

O primeiro batismo em Tatuí seria realizado no dia 30 de abril de 1930, atendido pelo irmão José Thomaz da Costa, ancião de Sorocaba. Obedeceram três almas: Ignácia Cassemiro da Silva, Elvira Gomes de Alcântara e Lucas de tal. O segundo batismo de que se tem notícia seria realizado exatamente três anos depois, no dia 30 de abril de 1933, novamente atendido pelo irmão José Thomaz da Costa, que desta vez batizaria dezessete almas, entre eles: Amália da Silva Berger, Paulo Silva, João Silva, Laudelino Gonçalves de Paula, João Silveira Garcia (Zico) e sua mulher Clementina Silveira, João Ribeiro, Estanislau Rodrigues de Souza, Julio (do Bairro da Vileta), Erpídio Rodrigues de Souza, Lázara Rodrigues de Souza (Lazinha), João Rodrigues de Souza, Benedito (Ditão 44), Maria Antonia e outros.

O primeiro hinário utilizado foi Inni e Salmi Spirituali, em italiano, trazido dos Estados Unidos pelo irmão Louis Francescon, que continha 313 hinos e trazia a seguinte inscrição: Assemblea Cristiana - 1350-52 W. Eril St. - Chicago, Ill. USA - 1924. O segundo, com 329 hinos, era composto de hinos em italiano e hinos em português. Por volta de 1937, surgiria o primeiro hinário totalmente em português, chamado Novo Livro de Hymnos e Psalmos Espirituaes, baseado principalmente no Nuovo Libro de Inni e Salmi Spirituali, então usado nas congregações da Itália e América do Norte. Contem 189 hinos, numerados de 330 a 518, que deveriam ser cantados com as músicas do hinário anterior. O 330 seria contado com a melodia do nº 1 anterior e assim por diante.

Todas essas informações nos foram passadas pela irmã Amália da Silva Berger, antes da enfermidade com que o Senhor a recolheria, acompanhado de seu esposo, Pedro Berger. Não foi mencionado um ou outro irmão, entre os relacionados, que tenha deixado o caminho do Senhor. 

sábado, 19 de outubro de 2013

História da Obra de Deus no Bairro Boa Vista, em Tatuí

A Obra de Deus no bairro Boa Vista, em Tatuí, também conhecido como Guilherme Wendell, nome da extinta estação ferroviária, teve início no ano de 1942, na casa do irmão José Berger, cooperador, com cultos às quartas-feiras, à noite, e aos domingos, à tarde. O primeiro batismo no local foi realizado no dia 26 de setembro de 1943, atendido pelo irmão Fernando Afonso, ancião de Sorocaba, quando obedeceram 26 almas. No segundo batismo, em dezembro do mesmo ano, atendido pelo mesmo ancião, Deus chamou mais 16 ou 17 almas.

No ano de 1944, foi construída a primeira Casa de Oração, de madeira, em terreno cedido pelo irmão José Berger. Nesse ano, também é realizado, em março, o terceiro batismo: obedeceram 8 ou 11 almas. O irmão José Berger atende a obra até o ano de 1947, quando o Senhor o recolhe na terça-feira da Assembleia do Brás, da qual pretendia participar. O novo cooperador se chama Salvador Rodrigues.

Em 1949 é formada a orquestra na congregação do bairro Boa Vista, sempre chamada de Guilherme Wendell, devido à estação. A casa de oração de madeira daria lugar a uma nova construção de alvenaria no ano de 1954. O último batismo no local de que se tem notícia aconteceu em 1965 ou 1966, quando obedeceram três almas.

O irmão Camilo Antonio Leite substitui Salvador como cooperador a partir de 1968, permanecendo até 14 de janeiro de 1989, quando dorme no Senhor. A partir desta data, aquela obra passa a ser atendida pelo irmão José Antunes, morador do bairro próximo do Guaxingu, até que Agenor da Paz assume como cooperador.  A casa de oração é ampliada e reformada e novos batismos foram feitos num lago natural na propriedade vizinha até que é construído um tanque artificial.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Casa de oração em CutralCo, Provincia del Neuquén, Argentina


Casa de oração de Osvaldo Cruz, SP, Brasil


Casa de oração de Copiata, Paraguai


Casa de oração de Johanesburgo, África do Sul



Casa de oração em San Nicolás, Argentina


Congregação Cristã é invadida por ladrões na cidade de Itamarandiba (MG)

Itamarandiba, MG (Surgiu.com) - A nossa reportagem foi até a igreja Congregação Cristã no Brasil, situada à Rua Progresso no bairro Primeiro de Maio, onde teve suas dependências invadidas por ladrões, provavelmente na madrugada desta terça para quarta-feira 16/10, isso por que membros da igreja só estiveram no local na tarde desta quarta-feira para trabalhos rotineiros no templo, e quando chegaram se depararam com sinais de arrombamento.

Durante a ação, os criminosos teriam entrado pelos fundos da igreja, por cima do telhado e descido em um corredor que dá acesso ao interior das dependências da Congregação.

Uma segueta que estava em uma caixa de ferramentas foi usada para serrar o cadeado de um portão que dá acesso ao escritório da administração. Dentro da sala o cofre foi revirado e documentos como notas fiscais estavam espalhadas pelo chão. Um computador teve o monitor tirado do local, além das gavetas terem sido violadas, janelas e portas foram arrombadas.

O prejuízo teria sido de apenas algumas moedas que estavam no cofre, e a porta que estava destruída, não há suspeitos na ação criminosa. Há mais de três anos, a mesma igreja teria sido invadida, na época sofreu um prejuízo de mais de 4 mil reais, após o incidente, a administração da igreja resolveu não deixar mais dinheiro dentro das dependências da Congregação.Os bandidos perderam o respeito com templos religiosos, no mês de junho a igreja Assembléia de Deus da Missão, foi alvo de vandalismo e teve prejuízo de portas arrancadas, a igreja católica de Santa Luzia próximo ao hospital Itamarandiba, também este ano, sofreu com atos de ladrões por duas vezes.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Congregação Cristã na Síria

Conforme comunicado expedido por nosso irmão cooperador Gergi Fouad Krouchane, o irmão ancião Isaías Grillo se encontra na Síria para fins de supervisão periódica, tendo já ministrado o sacramento do Batismo em Damasco, além do serviço de Santa Ceia (o mesmo previsto para as demais localidades e/ou núcleos). Devido a atual crise síria, seus confrontos e ataques, rogam nossas orações e preces.

[com informações e foto de CCB Mensagens]

Cartão de recitativo de crianças na Congregação Cristã no Japão


sexta-feira, 4 de outubro de 2013

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NA SÍRIA - Cooperador Gergi Krouchane visita ancião Jorge Couri

por Ednelson Fiuza de Oliveira, em International Christian Congregation

Conforme sabemos, a Síria e nações circunvizinhas encontram-se envoltas em conflitos cuja gravidade já adquire os contornos de uma crise em nível internacional. A Congregação Cristã na Síria, atualmente composta por sete núcleos institucionalmente coligados, apresenta-se relativamente íntegra atendo-se, contudo, à discrição e cautela - em face da contínua animosidade e resistência islâmica.

Irmão Gergi Fouad Krouchane, cooperador oficialmente designado (responsável pelo núcleo situado em Jaramana - Kirayatt) encontra-se em visita ao Brasil, tendo-se deslocado por diversas regiões do país. Acompanhado de parte de sua parentela têm relatado com minúcias o ocorrido naquela nação, além dos muitos sobressaltos com os quais os cristãos sírios diariamente se deparam.

Nessa etapa final de sua visita, esteve em São Paulo, capital, e mais precisamente na residência de nosso "primus interpares" ancião Jorge Couri (o qual ainda convalesce).


terça-feira, 1 de outubro de 2013

Casa de Oração no Suriname


Casa de Apoio de Barretos

International Christian Congregation - A cidade de Barretos/SP abriga o maior hospital para o tratamento de câncer da América Latina. Com a grande quantidade de nossos irmãos e irmãs que vinham para se tratar desta terrível doença, alguns de perto e outros de longe, de outros Estados, do Nordeste e Norte do país, por exemplo, muitas vezes não tinham dinheiro para pagar algum lugar para se hospedar, tendo que dormir nas ruas ou nos corredores do hospital. Deus fez sentir e preparou que a CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL construiu uma CASA DE APOIO, chamada de ANEXO CCB, a fim de abrigar nossos irmãos.

O ANEXO CCB é uma referência em excelência, com dependências impecáveis e atendimento excelente, isso sem remuneração para grande parte dos que lá trabalham como voluntários. Também serve de apoio a muitos outros que não professam nossa fé e doutrina, mas também precisam de um lugar para se abrigar. Na localidade, há uma Casa de Oração, que celebra cultos regularmente. — com Helena Masson.

domingo, 29 de setembro de 2013

Nova casa de oração de Sucre, na Bolívia




Fotos da casa de oração da Congregação Cristã na Bolívia, de Sucre, inaugurada em julho/2013, onde o irmão Melquisedeque, ancião de Tatuí, atendeu serviço de batismo. Melqui esteve acompanhado da esposa Ângela e do irmão Fábio, atual cooperador de jovens da casa de oração da Rua José Bonifácio, em Tatuí.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Hino do primeiro hinário

Hino do Hinário nº 1 da CCB, o primeiro hinário em língua portuguesa, datado de 1936, ano da organização jurídica que elevou a CCB a um patamar elevado como instituição religiosa; no mesmo ano ocorreu a chamada "Convenção das Igrejas da Congregação Cristã no Brasil", onde foram definidos parâmetros e diretrizes que regem a igreja até os dias de hoje.

Na ocasião, é o hino que hoje conhecemos como "Tu és Oleiro", número 45 no Hinário 4. (De CCB Mensagens)

Conserva a Paz (Messias Ullmann)


Casa de Oração - Joinville (SC)


Hinário nº 3 (1950)


terça-feira, 17 de setembro de 2013

S. Francisco do Piauí - Realizada reforma física da Igreja Congregação Cristã no Brasil



Portal 180 graus - A Igreja congregação cristã no Brasil de São Francisco do Piauí que é pastoreada pelo revendo Clóvis Coutinho, teve seu prédio reformado. O prédio abriga uma das maiores Igrejas evangélicas da cidade e está localizada na rua Juscelino Kubitschek. O prédio que ganhou uma nova 'cara', está proporcionando mais conforto visual aos que o observam. A Igreja congregação cristã no Brasil é constituída por uma comunidade que aceita toda bíblia sagrada, na qual está contida a infalível palavra de Deus. Para a construção de templos, os irmãos reúnem-se em mutirão, desde o engenheiro ao servente, também sendo uma das características das congregações cristãs em todo o mundo. Nos cultos as mulheres usam véus, conforme está escrito na carta aos coríntios 11.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Faleceu o irmão Sebastião Cruciol

Faleceu na noite de sábado (24), por volta das 23h40, o terceiro ancião da Congregação Cristã no Brasil, mais antigo do estado de Mato Grosso do Sul, SEBASTIÃO CRUCIOL, aos 84 anos de idade. Ele sofreu um infarto, foi socorrido e levado a Campo Grande (MS), mas não resistiu à cirurgia. Domingo (25) foi realizado seu funeral nas dependências da Congregação Cristã no Brasil, em Costa Rica (MS). Mais de 1.500 pessoas acompanharam o funeral, que foi realizado às 20h deste domingo, presidida pelo segundo ancião mais antigo do estado, Sebastião Rodrigues. Mais seis anciães da região e do estado estavam presentes, além de cooperadores, cooperadores de jovens e menores e a irmandade de fé em geral. O sepultamento foi realizado às 8h desta segunda feira (26).

Quase 40 anos no ministério de ancião. Foi ordenado na década de 70. Foi músico violinista e ainda adolescente atendia cultos na região em que morava. Enfrentou muitas dificuldades durante sua trajetória, mas nunca deixou ser vencido. Seu pai, Angelo Cruciol, também dormiu nos braços do Senhor como ancião. Um homem usado pelo espirito santo. Durante sua pregação no último culto realizado no domingo (18/08), movido pelo espirito santo e emocionado ele disse: "...vocês sentirão saudades".

No último dia 27 de Julho, ele comemorou seu aniversário de casamento, 60 anos casado com sua esposa Lídia, sua primeira e única mulher, com quem teve oito filhos. Tinha ainda 13 netos e um bisneto. 

Uma testemunha contou que no dia da comemoração ele afirmou: "Minha família terá uma triste notícia nos próximos dias, mas Deus a confortará". Sebastião Cruciol esbanjava saúde, tinha uma postura admirável. Sua voz era marcante. Na cidade de Costa Rica, onde viveu muitos anos, deixou um marco de amizade, respeito e amor. Agora, ele aguarda a ressurreição do último dia".

CETRO DE MISERICÓRDIA - avulso - André e Josué


sexta-feira, 26 de julho de 2013

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Irmão Anselmo foi velado em Ginásio de Esportes de Itapeva

Morre Ancião da Congregação Cristã irmão Anselmo

JOSOEL BORGES, do Itapeva Times
10 DE JULHO DE 2013


Faleceu nesta terça- feira (9) o Ancião da Congregação Cristã no Brasil em Itapeva, Anselmo Siqueira Pinto.

Irmão Anselmo como era conhecido faleceu ontem aos 94 anos e era o Ancião mais velho da região. A princípio seu velório era para ser realizado na Funerária Itapeva, porém devido ao intenso movimento que ocorreu durante a noite o local foi mudado para o Ginásio da CCE.

O sepultamento está marcado para as 16h, porém as 15h haverá uma atividade religiosa para a despedida dos familiares e membros da igreja. Irmão Anselmo era responsável pelos cultos da igreja da Vila Santana.


Velório na CCE do ancião da Congregação Cristã do Brasil – Foto: Itapeva Times

Casa de Oração da Congregação Cristã na Bolívia



Faleceu o irmão Anselmo, ancião de Itapeva

O Senhor recolheu, às 22 horas desta terça-feira 9 de julho, o irmão Anselmo Siqueira Pinto, ancião de Itapeva (SP). Este caro servo de Deus era um dos anciãos mais antigos no ministério da região. Seu funeral dar-se-á às 15h de hoje, dia 10/07, quarta-feira.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Integrante da Congregação Cristã no Brasil destaca hospitalidade após acidente

Comunidade local ofereceu apoio às vítimas e seus familiares.

PORTO FELIZ - Após o acidente envolvendo um ônibus de turismo da Trans Brasil, que deixou 10 mortos e 29 feridos, no último dia 22 de junho, na SC 386 em Mondaí, o hospital do município foi um dos primeiros a receber vítimas da tragédia, assim como o Hospital de Iporã do Oeste. 

Naquele momento difícil, as vítimas e seus familiares contaram com o auxílio da comunidade local, que teve sua hospitalidade reconhecida por pessoas ligadas a Congregação Cristã do Brasil, da qual faziam parte os passageiros do coletivo.

Em entrevista a Rádio Porto Feliz, o cooperador de uma das igrejas da Congregação em Foz do Iguaçu, no Paraná, Josué Rodrigues, exaltou a forma com que as pessoas ligadas à tragédia foram atendidas pela comunidade, não só de Mondaí, mas também de Iporã do Oeste. 

Conforme Rodrigues, atitudes como estas demonstram que ainda há espírito de solidariedade humana. O cooperador contou que integrantes da comunidade local disponibilizaram casa, pouso e comida às pessoas envolvidas na tragédia. Durante a entrevista, Josué Rodrigues agradeceu pelo auxílio prestado aos fiéis.

Somente em Mondaí, 16 pessoas deram entrada na Associação Hospitalar, sendo que destas três morreram devido aos graves ferimentos, e as demais tiveram alta médica no dia seguinte a tragédia.
Fonte: Rádio Porto Feliz

terça-feira, 25 de junho de 2013

Sobre os pastores

A Bíblia fala de “dom” pastoral (Efésios 4.8,11) e não de ofício. Dons são distintos de ofício. Em Hebreus 13.7,17, o vocábulo encontrado nos Textos Gregos Originais é “hegéomai” (líder) e não‘poimên’(pastor). Devemos nos lembrar e obedecer aos nossos “líderes”, é o que literalmente diz os textos de Hebreus 13.7, 17. O ofício vigente na igreja primitiva era o de ancião (Gr. presbyteros) ou bispo (gr. episkopos). A igreja primitiva sempre esteve aos cuidados do “presbitério”, isto é, "corpo de anciãos" (1Timóteo 4.14), é o que diz a Bíblia. Os presbíteros eram quem pastoreavam ou apascentavam o rebanho pelo “dom” conferido a eles (Atos 20.17, 28; Efésios 4.8,11). Portanto, é legítima a posição tomada pela Congregação acerca da distinção entre “ofício” e “dom”. 
Fonte: Apologia - Examinando Argumentos, blog de Daniel Kauphan, visualizado em 25/06/2013, 23h08. http://apologiadidacheccb.blogspot.com.br/2013/05/porque-congregacao-crista-nao-e-seita.html

Servo Inútil - hino CCB - Jhonathan (clarineta)


segunda-feira, 24 de junho de 2013

Sol da Justiça - Hino 44, Hinário 5 CCB - Roberto do Sax


Morre aos 76 anos, Luiz Amorim, ancião da igreja Congregação Cristã

Luiz Amorim foi ordenado no dia 25 de março de 1964



CRISTÃO - Luiz Amorim, presbítero e pastor de almas, exerceu seu ministério por mais de cinco décadas

DIÁRIO DE MARÍLIA - Faleceu na manhã de ontem no Hospital Universitário, em decorrência de complicações de saúde, o ancião da igreja Congregação Cristã do Brasil em Marília, Luiz Amorim, 76 anos. Presbítero e pastor de almas, exerceu seu ministério por mais de cinco décadas, 49 anos somente como ministro da Palavra; antes foi líder dos jovens. Foi ordenado ao santo ministério no dia 25 de março de 1964, e o exerceu com amor, carinho e dignidade. Como nossa Denominação não mantém obreiros assalariados, ele exerceu paralelamente sua profissão na área de saúde, como funcionário público do Estado de São Paulo.

Mesmo exercendo atividades seculares, podemos dizer que foi um obreiro de tempo integral, pois dedicava todas as noites, e todas as horas disponíveis, a visitar, supervisionar e assistir as ovelhas de Cristo a ele confiadas. Tão logo se aposentou do serviço público, se voltou inteiramente às atividades pastorais; oficiando casamentos, dirigindo cultos e reuniões; voltadas a Congregação em geral, e com o tempo aos obreiros de toda a região, já que na nossa Denominação a antiguidade ministerial credencia à liderança do Conselho de Anciãos. Mas ele dedicou-se especialmente aos enfermos e atribulados.

Nunca se negou a deixar o leito e o aconchego do lar, em madrugadas frias ou chuvosas, e atender uma alma que pedia socorro, seja através da oração; unção com azeite, nos lares, hospitais e UTI. Quem conhece as Escrituras e a parábola do bom Samaritano, contada por Jesus, e conviveu com este servo, reconhece a semelhança, pois ele viveu intensamente, a busca pelos “feridos” durante a caminhada. São homens assim, dos quais se referiu o escritor aos Hebreus: “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a Palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil” (Hb 13:7, 17).

Irmão Amorim não apenas serviu a Deus, como servo que era, mas ele andou com Deus em seu ministério, e como todo obreiro que de Deus recebe a chamada, num mesmo dia, e por meio século, ele viveu as emoções fortes e antagônicas: orando pela alegria dos pais quando do nascimento de uma criança, celebrando um casamento festivo, e em seguida chorando num funeral. Cumprindo assim a recomendação Bíblica: “Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram” (Rm12:15).

Nosso querido irmão, amigo e ministro do Evangelho, descansou no Senhor na manhã deste dia 21; seu corpo sendo velado no Ginásio de Esportes do clube dos Bancários, devido o grande numero dos que irão comparecer, de toda a região, para prestar sua última homenagem a quem viveu tão dignamente; imitando a Cristo o Bom e Supremo Pastor das ovelhas, apesar de todas as limitações e falhas humanas, de que ele também esteve sujeito. Resta-nos guardar a fé em Cristo, que nos justifica diante de Deus (Rm 5:1); tornando miseráveis pecadores em pessoas salvas e regeneradas pela Graça; aguardar o soar da trombeta na volta de Cristo, quando os mortos ressuscitarão e os vivos serão arrebatados, e então, nos encontraremos todos, saudando o Rei em Sua vinda, e gozar a eternidade naquele Novos Céus e Nova Terra, promessa de Deus (Ap 21).a

domingo, 23 de junho de 2013

Ônibus levava 39 irmãos para ensaio musical

Foto: CBN Foz de Iguaçu

Sobreviventes levados a São Miguel do Oeste serão abrigados por moradores do município

O velório dos nove passageiros que faleceram será realizado no Ginásio do Parque Morumbi

DIÁRIO CATARINENSE - As 14 vítimas mais graves do acidente com um ônibus de turismo, no Oeste de Santa Catarina, foram encaminhadas ao hospital de São Miguel do Oeste. Lá, quinze famílias do município irão abrigar os sobreviventes. Ao todo, 22 passageiros ficaram feridos e nove faleceram. 

Os participantes da Congregação Cristã no Brasil, de Foz do Iguaçu, também estão vindo a Santa Catarina para dar suporte às vítimas. No domingo, será realizado no município paranaense um velório coletivo no Ginásio do Parque Morumbi para homenagear as nove pessoas mortas no acidente. A prefeitura de Foz do Iguaçu liberou ambulâncias para levar os corpos de volta ao município.

sábado, 22 de junho de 2013

Prefeitura de Foz do Iguaçu emite nota sobre acidente em SC

Por Guilherme Wojciechowski | Para: CBN Foz

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu emitiu, no final da manhã deste sábado (22), nota oficial sobre o acidente ocorrido por volta das 07h30, envolvendo um ônibus com iguaçuenses que seguiriam em direção ao Rio Grande do Sul.

Os passageiros partiram da fronteira para participar de um encontro religioso. No texto, o prefeito Reni Pereira informa que não decretará luto oficial na cidade, em razão dos costumes da igreja à qual pertenciam as vítimas.

NOTA OFICIAL

Foz amanheceu triste neste sábado. Até agora 11 pessoas estão mortas em um acidente grave com um ônibus de excursão e deixou muitos feridos entre os municípios de Iporã do Oeste e Mondaí, no Oeste de Santa Catarina, na manhã de hoje (22).

Todas as vítimas são de Foz do Iguaçu. Elas fazem parte da Igreja Congregação Cristã, e seguiam em uma excursão para um encontro religioso no Rio Grande do Sul.

O prefeito Reni Pereira lamentou o ocorrido, e a tristeza pela morte de iguaçuenses. O prefeito iria decretar Luto na cidade, mas não o fez por respeito aos costumes da própria Igreja. Ele colocou à disposição das famílias toda a estrutura do município para auxiliar os familiares.

As vítimas do acidente foram levadas aos hospitais da região. O primeiro relatório do Hospital de Iporã do Oeste apontava que 15 pessoas haviam dado entrada na instituição. O hospital solicitou auxílio médico e de ambulâncias de outros locais para a remoção das vítimas em estado grave para o Hospital Regional de São Miguel do Oeste.

Ainda não há informações sobre o velório dessas vítimas fatais do acidente.

Tragédia em SC: passageiros eram membros da Congregação Cristã no Brasil em Foz do Iguaçu

Por Com informações do G1 SC

Ônibus de turismo partiu de Foz do Iguaçu para um congresso religioso no Rio Grande do Sul. O veículo saiu da pista e caiu em ribanceira por volta das 07h30. Prefeitura de Foz do Iguaçu emitiu nota de pesar sobre o acidente.


Após o acidente com ônibus de turismo entre Iporã do Oeste e Mondaí, no Oeste de Santa Catarina, 23 vítimas continuavam em três hospitais da região até as 11h45 deste sábado (22). Dessas, 15 estão internadas, cinco em observação e três em centros cirúrgicos. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), nove pessoas morreram em decorrência do acidente. Os passageiros eram membros da Congregação Cristã no Brasil, em Foz do Iguaçu.

Por volta de 07h30 deste sábado (22), um ônibus de turismo vindo de Foz do Iguaçu, no Paraná, saiu da pista no quilômetro 10 da SC-386 e caiu em uma ribanceira, conforme a PMRv. O veículo tinha 39 ocupantes e seguia para Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, para um encontro religioso.Quatro pessoas morreram no local e cinco, quando deram entrada nos hospitais.

Foram atendidas pelo Hospital Mondaí 16 pessoas, sendo que três foram transferidas para o Hospital Regional do Extremo Oeste, em São Miguel do Oeste, uma delas em estado grave. Até as 11h45, três estavam em observação e outra três internadas. Sete foram liberadas.

No Hospital Iporã do Oeste, 13 pessoas foram atendidas, sendo que uma morreu. Sete foram transferidas para o Hospital Regional do Extremo Oeste. Três permaneciam internadas até 11h45 e outras duas realizando exames.

Já no Hospital Regional do Extremo Oeste, nove pessoas estavam internadas até as 11h45, nenhuma delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Outras três estavam no centro cirúrgico em função de fraturas expostas e trauma de tórax.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Itapiranga, toda a equipe do Samu do Oeste catarinense foi ativada para ajudar no resgate. A corporação dos bombeiros de Itapiranga mandou uma equipe de oito pessoas.

Tragédia em SC: confira a lista de mortos e feridos no acidente

Por Guilherme Wojciechowski | Para: CBN Foz

Por volta das 07h30 deste sábado, um ônibus que partiu de Foz do Iguaçu em direção ao Rio Grande do Sul saiu da estrada e caiu de uma ribanceira na SC-386, entre os municípios de Iporã do Oeste e Mondaí (SC). O grupo, de 39 pessoas, era composto por fiéis da Congregação Cristã no Brasil e seguia para um encontro de confraternização em Santa Rosa (RS).

Segundo informações de membros da Igreja, entre os passageiros, estavam moradores de Foz do Iguaçu e de Curitiba, além de moradores da cidade paulista de Itatiba.

A lista abaixo, ainda parcial, foi obtida através de informações encaminhadas ao serviço de Comunicação social da Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Falecimentos confirmados:
- Silvio Gomes Pereira
- Renato Beinhor da Silva
- Maria Moreira de Souza
- Leticia da Silva
- outras cinco pessoas cujos nomes ainda não foram divulgados

Feridos levados ao hospital de Mondaí:
- Ivan Lourenço de Camargo (em observação)
- Gean Calebe (em observação)
- Julia Kesia (em observação)
- Claudio de Miranda (em observação)
- Marcelo Celestino (em observação)
- Vilma Bicudo (em observação)
- Silvio Márcio Bicudo (em observação)
- Eduardo Santos (liberado)
- Samuel L. Ferreira (liberado)
- Isabeli da Silva Camargo (liberado)
- Jocelina de Mesquita (transferida para São Miguel do Oeste)
- Rosangela Machado (transferida para São Miguel do Oeste)

Feridos levados ao hospital de Iporã do Oeste:
- Marilei de Almeida (em observação)
- Adilson Monteiro dos Santos (em observação)
- Jonatas Filipe da Silva Nascimento (em observação)
- Anderson Gabriel da Silva (em observação)
- Claudineia Celestino Nascimento (em observação)

Vítimas do acidente envolvendo ônibus devem retornar ao Paraná no domingo

Os pacientes mais graves estão internados no Hospital Regional de São Miguel do Oeste

Darci Debona

DIÁRIO CATARINENSE - As vítimas do acidente ocorrido na manhã deste sábado, em Iporã do Oeste, com um ônibus que ia de Foz do Iguaçu-PR para Horizontina-RS, devem voltar ao Paraná no domingo. Um dos sobrevivente e que organizava a excursão de músicos da Congregação Cristã no Brasil, que iria fazer um ensaio na igreja da congregação em Horizontina, disse que até o Governo do Estado do Paraná deve auxiliar no transporte, talvez até um avião, para levar os sobreviventes e os corpos para Foz do Iguaçu.

Até agora foram confirmados nove mortes. Os feridos foram levados para hospitais de Mondaí, Iporã do Oeste, São Carlos e São Miguel do Oeste. Na Sociedade Hospitalar de Mondaí ainda estão internadas oito pessoas: Ivan Lourenço de Camargo, Jean Calebi de Camargo, Júlia Kesia Lourenço de Camargo, Marlene Celestine da Silva de Camargo, Vilma Aparecida dos Santos Bicudo, Sílvio Márcio Dias Bicudo, Claudionor de Miranda e Ezequiel da Silva, o motorista do ônibus.

Já foram liberados Eduarda Santos Freitas, Isabela da Silva de Camargo dos Santos e Samuel Ferreira.

Duas pessoas foram transferidas para o Hospital Regional do Extremo Oeste, em São Miguel do Oeste: Renato Benhur da Silva e Sílvio Gonçalves Pereira.

Em Mondaí, chegou em óbito Renato Benhur da Silva. Faleceram ao dar entrada Sílvio Gonçalves Pereira e um outro homem ainda não identificado.

De acordo com a enfermeira chefe da Sociedade Hospitalar de Mondaí, Liane Schroeder, todos os internados na unidade devem ter alta até domingo. Os casos mais graves estão no Hospital Regional de São Miguel do Oeste.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Hino 127 CCB - Hinário 5 (Harpa)


Ancião falece em Cascavel

MARECHAL RONDON - Geraldo Alves de Jesus, 75 anos, conhecido na cidade como irmão Geraldo, faleceu em Cascavel nesta terça-feira (21). Ele viveu em Marechal Cândido Rondon entre 1999 e 2007. Morou em Palotina por 26 anos e era membro da Congregação Cristã no Brasil, onde em 1978 foi ordenado Ancião, cargo máximo da igreja. Geraldo atendeu as cidades de Terra Roxa, Marechal Rondon e Guaíra, onde atualmente residia. O corpo foi velado no Ginásio de Esportes da UMESPE, onde as 17 horas desta quarta-feira 22, houve serviço de funeral, antes do sepultamento. (De AquiAgora.net]

quarta-feira, 8 de maio de 2013

78ª ASSEMBLÉIA – 2013 – RESUMO DE ENSINAMENTOS

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL

SÃO PAULO – 26 A 30 DE MARÇO DE 2013

* 1. LEITURAS PERNICIOSAS
É sabido que nos dias atuais existem livros de caráter perverso os quais despertam em seus leitores a prática imoral. Há no mundo uma forte tendência para a leitura desses livros cuja prática estende-se não somente à mocidade como também aos demais adultos. Exortamos a cara irmandade a que se abstenham dessas leituras que são perniciosas as quais corrompem os bons costumes alcançados pela sã doutrina da Palavra de Deus.

* 2. ANIVERSÁRIOS E FESTAS – MÚSICAS PROFANAS E FANTASIAS.
No mundo é moda atual haver festas onde as pessoas se fantasiam e, ao som de músicas profanas e até imorais, com o consumo de bebidas alcoólicas, adentram-se até à madrugada. Exortamos à nossa mocidade, com também à toda irmandade, a não frequentarem essas festas, que não são convenientes ao povo de Deus.

* 3. COMUNICAÇÃO VIA “E-MAIL” E CELULARES (MENSAGENS E TORPEDOS).
Tem havido, entre a irmandade, comunicações feitas através de e-mails, mensagens por celulares e torpedos que, alguns necessitados, não tendo paciência e fé para esperar no Senhor, se valem desses recursos. Lembramos à irmandade que somos ensinados a confiar e esperar no Senhor, pois só d’Ele virá o socorro às nossas necessidades.

* 4. NAMORO E CASAMENTO ATRAVÉS DA INTERNET.
Tem se observado que persiste a prática de relacionamento via internet. Essa prática tem trazido sérios problemas para muitas famílias onde pessoas se conheceram por este meio, namoraram e casaram-se, porém não foram felizes, e isso ocorreu por falta de conhecimento das suas verdadeiras origens, as quais, pessoas mal intencionadas usaram essa prática provocando a infelicidade matrimonial. Em se tratando de casamento, é necessário conhecer a pessoa quanto à sua vida passada, seu caráter e testemunho, antes de assumir o compromisso de um possível matrimônio. O ministério exorta a irmandade e a mocidade a evitar essa prática.

* 5. COMEMORAÇÃO DO NATAL
Não comemoramos o natal. Não deve ser guardado porque ninguém sabe o dia do nascimento do Senhor Jesus, pois Ele não permitiu que ficasse escrito para que ninguém guarde o dia do seu nascimento.

* 6. UNÇÃO NÃO SUBSTITUI O BATISMO
A unção não substitui o batismo. Disse o Senhor Jesus: “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado”.
Ungir estranhos na fé depende de o servo sentir de fazê-lo. Exortamos a irmandade a não oferecer a unção à estranhos à nossa fé.

* 7. SONHOS – VISÕES – REVELAÇÕES
Nos testemunhos não se deve contar revelações, sonhos ou visões, antes de seu cumprimento. Deus dá essas coisas para edificação particular do crente. Nas congregações a revelação de Deus vem pela Santa e bendita Palavra. Se as revelações, sonhos ou visões são provenientes de Deus, vem também o seu cumprimento.

* 8. BOMBARDÕES E INSTRUMENTOS DE SOPRO NAS ORQUESTRAS
Tem-se notado ultimamente um número excessivo de instrumentos de sopro, principalmente bombardões, em muitas de nossas orquestras. Onde já existe uma quantidade suficiente, o ministério local deve vigiar para que não ingressem mais essas categorias de instrumentos.
Ainda nessas localidades deve-se,também, exortar os irmãos que tocam bombardões, bem como demais instrumentos fortes de sopro, que reduzam à metade o volume de som de cada um, quando tocarem nos santos cultos.
Outrossim, quando um irmão demonstrar interesse em aprender a música para tocar na igreja, é conveniente que consulte, primeiramente, o irmão encarregado da orquestra para saber qual é a categoria de instrumento mais necessária.

* 9. CORRENTES E PIRÂMIDES DA FELICIDADE
“Pirâmides”, “Correntes da Felicidade” ou outras novidades semelhantes, são procedimentos que estão se alastrando, prometendo dinheiro fácil aos participantes. Não devemos participar nem nos envolvermos nessas coisas.

* 10. NOME DE SERVO DE DEUS E LOCALIDADES
Durante os santos cultos não é conveniente, nos testemunhos, citar o nome do servo de Deus que está presidindo. Igualmente, tendo congregado em outra localidade, ao citar a Palavra que ouviu, não mencionar o nome do servo de Deus que pregou, evitando assim motivos para exaltação humana.

* 11. INVOCAÇÃO DE ANJOS
Não se deve mencionar nomes de anjos e ou arcanjo, tanto nas orações quanto nos testemunhos. Temos ouvido durante orações e testemunhos, irmãos que mencionam nome de anjos e arcanjo. Lembremos que o apóstolo Paulo disse aos Colossenses, “Ninguém vos domine ao seu bel prazer com pretexto de humildade e cultos dos anjos,metendo-se em coisas que não viu, estando debalde inchado em sua carnal compreensão” (Col. 2:18). Em Hebreus, cap. 1:4, o apóstolo falando de Jesus,menciona: “Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles”. Ainda falando aos Filipenses sobre Jesus diz: “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo nome” (Fil. 2:9). Portanto, diz ainda aos Colossenses, “ E quando fizerdes por palavras, ou por obras, fazei tudo em Nome do Senhor Jesus, dando por Ele graças a Deus Pai”.

* 12. IMPORTÂNCIA DO AMOR
O amor é o dom de suprema excelência que a igreja possui. Quando o apóstolo Paulo escreveu aos irmãos Coríntios sobre a unidade dos membros do corpo, falava a respeito dos dons de Deus nos membros da igreja. Porém finalizando a carta escrita em 1ª Cor. 12:31, disse: “Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e Eu vos mostrarei um caminho ainda mais excelente”. Esse caminho ainda mais excelente é a caridade que é o amor fraternal.
A igreja que é o corpo de Cristo consiste na operação dos diversos dons distribuídos aos seus membros, principalmente o dom do amor que é a caridade fraternal.
O amor fraternal nos conserva unidos e submissos à Palavra de Deus. Havendo falta desse amor a igreja torna-se enferma, perdendo as virtudes de Deus. É dever dos servos de Deus vigiar sobre o rebanho para cultivar esse amor, como escreve o apóstolo aos Hebreus: “E consideramo-nos uns aos outros, para nos estimularmos à caridade a às boas obras” (Heb 10:24).
Onde existem sentimentos humanos, os quais são: inveja, ciúme, orgulho, arrogância, soberba, vaidade, grandeza e exaltação humana, a igreja sofre as dores dessa enfermidade. Sabemos que Deus nos amou antes que existíssemos, e por esse amor, enviou seu unigênito Filho que por seu amor nos resgatou do pecado e da morte.
Portanto, amemo-nos mutuamente, “pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E Dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão” (I – Jo. 4:20).

* 14. ORAÇÃO FAMILIAR
A oração é o meio pelo qual nos falamos com Deus, apresentando-Lhe as nossas necessidades.Através da oração alcançamos conhecimento e revelações das coisas santas de Deus. Sempre que possível, devemos nos unir em família e buscar a Deus em oração, certamente as suas bênçãos serão alcançadas, pois muitos de nossos filhos receberam a promessa do Espírito Santo nesses ajuntamentos (Atos 2:33). A oração é recomendação do Senhor Jesus. Em Luc. 18:1, diz o Senhor Jesus, “E contou-lhes uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer”. Em Romanos cap. 12:12 o apóstolo recomenda, “perseverai na oração”.
Os nossos filhos devem ser instruídos quanto a necessidade de oração, quando se levantam da cama pela manhã, dar graças a Deus antes das refeições e ao se deitarem.
Outrossim, a oração dos pais em conjunto com os filhos une as famílias, evitando o rompimento da união familiar.

* 15. VIGILÂNCIA QUANTO À ESPIRITUALIDADE DOS CULTOS – PERIGO DA DISSOLUÇÃO DA SUA PUREZA.
Não durmamos a respeito dos santos princípios que nos foram transmitidos. Muita oração e vigilância tornam-se necessárias. Pela inspiração do Espírito Santo o apóstolo Paulo ensinou o silêncio, a decência e a ordem entre nós, quando a igreja se congrega num lugar para celebrar o santo culto a Deus. (I – Cor. 14, v. 23, 25, 28, 34 e 40).
Preocupava também o apóstolo com a impressão causada aos visitantes que entrassem para assistir ao culto porque, conforme o comportamento da igreja, ou testificariam que Deus estava entre eles, ou as visitas sairiam escandalizadas.
A ordem, a decência e o silêncio nos cultos são reflexos da espiritualidade e da luz que estão no servo de Deus que preside, o qual não só maneja bem a Palavra da verdade em sua pregação, com sábia explicação de conselhos que abrem a mente do povo, como também conduz a irmandade a estar sob o controle do Espírito de Deus, para que haja moderação e luz nas orações, nos testemunhos e no comportamento de cada um durante o culto divino.
Se não for assim, os cultos transcorrerão debaixo de entusiasmo carnal, exibição pessoal nos testemunhos e nas orações, exageros, gritarias infantis, sem discernimento do que é decente para a igreja de Deus; com isso dissolve-se a pureza dos cultos, ocasionando escândalos e mau testemunho.
Insistimos com nossos conservos sobre a vigilância a respeito de certos grupos de irmãos que, sem preparo espiritual, se introduzem nas igrejas e com suas manifestações concentram sobre si a atenção da irmandade, com orações, glorificações e testemunhos exagerados e gritando ao máximo da altura da voz, visando inflamar os presentes, desviando-se totalmente do sentido sacro que deve haver em nossos cultos.
Com o passar do tempo algumas igrejas estão como que habituando-se a essa rotina nos cultos, o que reflete uma dormência espiritual.
Quando o irmão do ministério que preside o culto percebe que isto vai ocorrer, deverá exortar e não deixar o culto à mercê e ao domínio desses grupos, mas exortar pelo Espírito do Senhor a que se controlem e, assim, evitará que um espírito estranho tenha ocasião de perturbar.
Há manifestações que são do Espírito de Deus e outras não. Compete ao que preside discernir o que é de Deus e o que não é, e ensinar a irmandade. Os mais antigos no ministério orientem os mais novos.

* 16. HINO DE BATISMO (Antigo 195 – Atual 85)
O Hino atual 85 é constituído de apenas uma parte, podendo ser cantado normalmente durante o batismo.

sábado, 20 de abril de 2013

Menina tem cabelos roubados em Rio Preto



Divulgação Band


Redação jornalismopp@band.com.br

Evangélica, a estudante de 15 anos nunca tinha cortado os cabelos, que mediam mais de um metro. Ela saía da escola, em Rio Preto, quando o inesperado aconteceu.

Ela conta que foi tudo muito rápido e não deu tempo de ver que tipo de objeto o ladrão usou para cortar os cabelos. A menina disse apenas que viu um homem alto, moreno, magro, usando uma blusa de frio que fugiu a pé levando os cabelos que estavam amarrados.

A família da estudante registrou um boletim de ocorrência e polícia investiga o caso, mas até agora não há pistas do autor desse crime.

O delegado que atendeu o caso estranhou o roubo. Ele disse que essa foi a primeira ocorrência do tipo a que teve conhecimento na cidade e é muito provável que o autor já tenha vendido os cabelos da menina no mercado informal.

Chateada, a jovem conta que tinha um cuidado todo especial com os cabelos e que ainda não acredita no que aconteceu.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Jovens evangélicos e o discurso de que "alegria de crente é diferente"

Elverson Cardozo,
Eloína (à esquerda), cantando hinos com grupo de amigos. (Foto: Elverson Cardozo)

Nas vezes em que recebeu convites para sair, curtir um show, ir a um bar ou boate, Rose Pereira dos Reis, de 26 anos, apelou para um desculpa velha, mas que tem dado resultado até hoje: “Tenho compromisso”. Em outras situações, a ajudante geral precisou ser mais direta e, sem receio, disparou: “Não posso frequentar esses lugares”.

Geralmente a conversa que começa assim acaba resultando em comentários desagradáveis, do tipo: “Você não sabe o que é diversão”. A resposta, porém, vem “na lata” e é certeira: “Alegria de crente é diferente”.

O Lado B resolveu ouvir as explicações de quem costuma usar esse discurso, comum entre a maioria dos jovens evangélicos, para dar vez e voz a quem defende a igreja e não larga a “cruz”, apesar das críticas.

Antes de “atirar pedras”, pare e pense. Deixe os estereótipos de lado e tente entender as declarações aqui apresentadas. A intenção passa longe de polemizar. O interesse, ao contrário, é mostrar como vivem e pensam esses jovens - muitos deles nascidos em “berço evangélico” - que “abandonam” conceitos adotados pela maioria e vivem para sustentar a própria religiosidade.

Rose, como qualquer criança, não teve como escolher que caminho queria seguir. Quando nasceu, os pais e toda família já frequentavam a CCB (Congregação Cristã no Brasil), uma das que tem doutrina mais rígida.
Batizada desde os 15 anos, Rose só sai com a turma da igreja. (Foto: Arquivo Pessoal)

A menina teve de acompanhar, mas quando cresceu e adquiriu discernimento não abandonou a “casa do senhor”. Batizada desde os 15 anos, Rose Pereira toca órgão na Congregação e não pretende sair da igreja porque diz ter encontrado a verdadeira felicidade.

Recusando convites que considerada “mundanos”, a ajudante diz, sem medo de errar, que sua maior diversão é servir a Deus e estar junto das pessoas com os mesmos costumes que o dela.

Alegria é ir para os cultos, passear com os amigos no shopping, no parque ou na sorveteria, por exemplo. “Na igreja eu conheci várias pessoas, que se tornaram meus amigos. Como cresci lá dentro, não conheci os costumes do mundo”, disse. Não é que considera “errado” quem adota postura diferente da dela, mas é que “o povo do mundo não tem o temor de Deus”, pontuou.

Proferindo a mesma fé, a estudante de enfermagem Eloina Matos Fonseca, de 20 anos, batizou com a mesma idade: aos 15 anos. Quando nasceu, apenas a mãe era da CCB.

A garota começou a frequentar a igreja aos 12 anos. No início, compreender a doutrina foi tarefa árdua. Eloína não concordava com nada do que era dito no púlpito, mas, com o tempo, aprendeu a ouvir o que estava sendo dito e descobriu que era preciso se entregar de corpo e alma.

Hoje, a acadêmica é uma das jovens que costuma dizer que a alegria do crente é diferente, e explica: “A maioria das pessoas que não são crentes, não são todos, se divertem em shows e festas, bebendo. Os crentes não. São ensinados a não viver assim, mas buscar coisas saudáveis”.

Shows, barzinhos e boates são lugares que ela não frequenta. Na avaliação da jovem, “há coisas que são erradas até para quem não é da igreja”. E para os evangélicos, acrescentou, não edificam em nada espiritualmente. “Tem músicas que ferem meus preceitos, tantos religiosos como moral. Há bebidas que acabam gerando confusão...”

Eloína, assim como Rose, se diz realizada com a vida que leva e não pensa em mudar. “Me sinto feliz com meus amigos. As pessoas tem a visão errada de que para se divertir é preciso fazer loucuras, desafiar as leis. É modinha ficar bebendo e brigar. Qualquer pessoa sensata defende a ideia de que não precisa de violência ou qualquer outro artifício imoral para se divertir”, acrescentou.

OUTRAS DENOMINAÇÕES

Bárbara Karla Reis Martins, de 19 anos é de outra denominação, da Igreja Evangélica Livre Filadélfia, mas pensa da maneira semelhante. A recepcionista também segue os princípios que a Bíblia defende, mas diz adotar o “bom senso” no dia-a-dia.

“Nada nos é proibido, mas sabemos que nem tudo nos convém”, resume, se referindo aos costumes como o uso de maquiagem e as vestimentas adotadas pelas irmãs.

A diversão do crente é, sim, diferente, avalia. “Não precisamos beber para nos divertir. As meninas não precisam usar o corpo para chamar a atenção”, exemplificou.

Ao invés de baladas, da “vida de noitadas”, o jovem evangélico, segundo a recepcionista, se alegra em tomar tereré, tocar violão com os amigos e sair para comer, por exemplo. Esse tipo de comportamento, considerado “conservador”, quando não "careta", acaba gerando críticas de todo lado.

Vinculado à Comunidade Cristã Elshaddai, Wagner Abdul Assen, de 24 anos, se considera radical por viver e pregar o “evangelho puro, aquilo que está escrito”, sem “mesclar” ideologias.

Pela postura, já foi criticado até pelos próprios crentes. “Já falaram que sou fanático, que isso é irreal, que Deus não existe e que não precisa disso”, revelou.

Mas ele se defende e diz que “tudo é uma questão de conhecimento teológico”. Na opinião do rapaz, quem se dispõe a criticar precisa, primeiro, conhecer as escrituras.

Quanto à diversão de jovens evangélicos, Wagner faz coro ao discurso das garotas e afirma que o crente se diverte muito mais dentro da igreja do que se estivesse “no mundo”, isto porque “a alegria é definitiva e não momentânea”. O cristão, explicou, não vive pelas influências e regras impostas pelo mundo.

“Não precisamos de nenhum alucinógeno ou cachaça para sermos felizes. Nós já somos alegres, já nos divertimos com nossos cultos, festas e celebrações”, disse, ao citar o último evento que participou na igreja: uma noite de rock, comandada por jovens da própria comunidade evangélica.